Notícias

Trichoderma tem ação nematicida, fungicida e promotora de crescimento em canaviais

O uso de controle biológico é uma tradição na cultura da cana-de-açúcar e vem apresentando crescimento.

 

 

O uso de controle biológico é uma tradição na cultura da cana-de-açúcar e vem apresentando crescimento tanto na variedade de produtos utilizados quanto em novas aplicações, como é o caso do Trichoderma harzianum. Inicialmente indicado como fungicida, já tem seu efeito nematicida reconhecido cientificamente e ainda auxilia na promoção do crescimento da planta.

De acordo com o professor doutor Alexandre de Sene Pinto, Trichoderma harzianum é um fungo multiuso, que tem como principal função o controle de doenças de solo, como Fusarium e Colletotrichum. “Também repele e controla nematoides, fixa nitrogênio, transforma fósforo não-absorvível em absorvível, incorpora zinco e potássio às raízes, produz fitohormônios que melhoram as condições gerais das plantas, e ainda melhora a estrutura do solo”, explica.

Trichoderma harzianum também tem um melhor custo x benefício que outras formas de controle de doenças, até mesmo no plantio ou tratamento de soqueiras. “O fungo é uma alter- nativa natural e não influencia na saúde de pessoas, animais e na dinâmica do solo. E em época de preocupação com a emissão de gás carbônico, a produção e uso desse fungo mostra valores muito baixos”, explica.

Postagem anterior

CNA debate ações para mitigar impactos do coronavírus na agricultura familiar

Próximo post

Atualidade na Maturação da Cana - Projeto Satô

Occasio

Occasio

2 Comentários

  1. Frederico A C de Oliveira
    18 de maio de 2020 at 11:00 — Responder

    Professos Alexandre, bom dia.
    Como o senhor sou também um entusiasta com o uso de biológicos.
    Sobre o Trichoderma, o uso em áreas de vinhaça produzem resultados melhores?
    É um fungo bastante versátil mas eu por enquanto tenho apostado na associação com outros nicroorganismos, principalmente os Bacillus.

    • 18 de maio de 2020 at 12:23 — Responder

      Bom dia, Frederico, tudo bom? Lembremos sempre que para todo probiótico, como Trichoderma, um prebiótico (alimento para os micro-organismos) é sempre bem-vindo. Não só vinhaça, mas outras fontes de matéria orgânica favorecem Trichoderma e Bacillus. Para cana-de-açúcar, eu tenho tido melhores resultados com Trichoderma do que com químicos e até com outros biológicos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *